RECUPERE a SAÚDE

EMAGREÇA com 15 MINUTOS de TREINO em CASA

+ de 40 Mil Pessoas Já Conseguiram

Alimentação Saudável Dicas para Perder Peso Viva Sem Doenças

10 Dicas para Evitar a Obesidade Infantil

Assim como nos adultos, a obesidade infantil é um problema de saúde sério que desencadeia outras graves doenças como diabetes e hipertensão.

Por exemplo, você sabia que 20% das crianças e adolescentes entre 2 e 19 anos têm níveis elevados de colesterol no sangue? Esses dados foram divulgados pela Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Confirmando esse estudo, a Sociedade de Pediatria de São Paulo afirma que mais de 10% das crianças do país com menos de 5 anos já sofrem com sobrepeso ou obesidade infantil.

É um dado alarmante, pois se avaliarmos a faixa etária dos 5 aos 9 anos a obesidade em crianças aumentou 300% entre 1989 e 2009.

Dizer que é preciso adotar uma vida ativa e uma dieta saudável pode soar vago. Por isso, montamos uma lista com dicas específicas, que merecem atenção e podem ajudar a combater esse problema.

Obesidade Infantil: O que é, Como Controlar?

Antes de tudo, vale a pena definir o que seja obesidade infantil. Uma criança gordinha é aquela que está um pouco acima do peso. Porém isso não a deixa fora da curva de crescimento criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Já a criança obesa apresenta um excesso de gordura em todo seu corpo, ou seja, ela está acima do limite máximo para seu peso e altura, definidos pela curva de crescimento para sua faixa etária.

obesidade infantil

A curva de crescimento da OMS é usada para avaliar e medir o desenvolvimento de meninos e meninas de 0 a 19 anos. Isso vale para todas as classes sociais, todos os países e todas as culturas. É um instrumento de análise capaz de mostrar quadros de desnutrição, sobrepeso e obesidade infantil.

Se você está preocupado com seu filho, consulte um pediatra, endocrinologista ou nutricionista. Esses profissionais da área de saúde irão dar orientações específicas para seu caso. Mas busque também colocar, na medida do possível, essas dicas em prática.

Dicas para Combater a Obesidade Infantil

Ofereça leite materno ao menos nos 6 primeiros meses

Na prática, nem sempre as mães conseguem amamentar por 6 meses ou mais. Fatores como: volta ao trabalho, falta de tempo, baixa produção de leite etc. podem dificultar a amamentação. Porém, o esforço vale a pena.

Estudos da obesidade infantil comprovam que crianças que foram amamentadas por pouco tempo e logo foram introduzidas a outros alimentos apresentam altas taxas de resistina, uma molécula produzida pelo tecido adiposo que aumenta os riscos de diabetes, doenças do coração e obesidade.

Evite dar mamadeira depois dos 2 anos

Um levantamento feito com 7 mil crianças nos EUA mostra que a ingestão de líquidos depois dos 2 anos abre caminho para a obesidade infantil. Isso porque a mamadeira faz a criança tomar uma quantidade de leite ou de suco maior que o copo, inclusive pela diferença de tamanho entre esses recipientes.

Outro detalhe que leva ao ganho de peso da garotada é o fato de que a mamadeira é usada como complemento da alimentação sólida. Isso deve ser evitado, pois nessa fase a criança já está ingerindo maior quantidade de calorias com os alimentos.

educacao fisica obesidade infantil

Estimule a brincadeira ativa

Eis um elemento decisivo para o acúmulo de gordura dos pequenos: o sedentarismo.

Parece óbvio, mas muitos pais se preocupam em presentear seus filhos com brinquedos caros como videogame e computador, mas ignoram que uma simples bola possibilita inúmeras brincadeiras e esportes ao ar livre.

Pular corda, andar de bicicleta, andar de skate ou patins, jogar bola, brincar de pega-pega etc. Tudo isso é saudável e evita a obesidade infantil.

Limite o tempo diário de TV ou videogame

Complementando a ideia anterior, não é o caso de impedir que a criança assista TV ou jogue videogame. Porém, em ambos os casos o tempo deve ser controlado pelos pais.

Uma criança não pode passar o dia inteiro, sentada em frente a uma tela. O resultado disso é um caminho para o sobrepeso e obesidade infantil.

obesidade infantil comida exagerada

Não exagere no tamanho do prato

Muitos pais fazem isso com a melhor das intenções, mas a verdade é que uma criança não come tanto quanto um adulto. Por isso não exagere na quantidade de comida oferecida. Segundo especialistas, o ideal é servir menos e, depois, se a criança quiser repetir, acrescentar um pouco mais de comida.

Esse cuidado evita a obesidade infantil porque a criança não irá comer muito além da sua fome. Além disso, impede a criação do hábito de sempre comer em exagero e além da necessidade.

Não force a criança a comer

O organismo da criança, assim como do adulto, envia ao cérebro a informação de que está satisfeito. Assim, salvo exceções, pirraças ou recomendações médicas não obrigue o pequeno a raspar o prato.

Isso é importante não apenas para evitar o ganho de peso, mas também para não transformar as refeições em guerra.

obesidade infantil

Crie um ambiente agradável para as refeições

Esse é um desafio que envolve toda família. Cientistas da Universidade de Illinois, nos EUA, acompanharam 183 mil crianças e adolescentes de 2 a 17 anos e concluíram que o grupo que dividia a mesa com seus pais se alimentava melhor e não sofria de obesidade infantil.

Eles também verificaram que os distúrbios alimentares eram 35% maiores nas crianças que comiam sozinhas em frente à TV.

Cuidado com as guloseimas, refrigerantes e doces

Não dá para esquecer que a obesidade infantil, assim como em adultos também ocorre pelo consumo excessivo de alimentos e bebidas que engordam muito. Por isso, incentive o paladar da criança para alimentos saudáveis.

Ofereça desde cedo frutas, legumes e verduras e evita os alimentos industrializados cheios de açúcar, sódio e outros aditivos químicos.

obesidade infantil comidas

Seja exemplo na hora da comida – De nada adianta falar para a criança comer brócolis, arroz, feijão e bife se você está devorando um lanche fast food.

Lembre-se de que seus hábitos são imitados e se você deseja afastar o risco de obesidade infantil do seu pequeno, suas palavras precisam ser coerentes com suas atitudes.

Procure orientação médica – A obesidade infantil também pode ser provocada por problemas hormonais e fatores genéticos. Essas situações correspondem a apenas 5% dos casos de excesso de peso em crianças, mas não devem ser desprezados.

Se você suspeita de algo anormal por trás da gordura extra,  procure um médico especialista.

obesidade infantil

hipertensão arterial - compartilhe

Artigos Relacionados a Obesidade Infantil:

7 Vegetais Incríveis para Emagrecer com Saúde

11 Funções e Benefícios das Proteínas na Saúde

10 Sintomas de Pressão Alta: Emergência! Como Proceder

Pesquisar hdl 10 Alimentos Incríveis Para Melhorar o Colesterol HDL

10 Alimentos que Causam Hipertensão Arterial

Remédio Caseiro para Pressão Alta: 6 Receitas

JUNTE-SE A MAIS DE 5.800 PESSOAS
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos do Saúde na Comida e com PRIORIDADE.

Artigos Sugeridos

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.